O que significa se tornar um estudante budista? (Portuguese Translation)

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

O que significa se tornar um estudante budista
Publicado em 24 de setembro de 2019 por The Rowdy Buddhist
A pergunta é: “o que significa se tornar um estudante budista?”

Bem, primeiro antes de tudo espero que você tenha pensado sobre isso profundamente. Isso deve ser um relacionamento para todo o longo da vida, na maioria das vezes. Eu digo, às vezes, porque, em alguns casos, é algo que pode mudar ou evoluir. Esse é o princípio da impermanência.
Pensando bem: bem, uma referência que gosto de compartilhar é do filme dos anos 80, Karate Kid. Um jovem estudante afirma que gostaria de estudar karatê com o professor. Após muitas recusas, o professor decide, com base nas circunstâncias, que o relacionamento seria apropriado para sua vida neste momento. A razão pela qual afirmo “as circunstâncias” é porque a maioria das pessoas não entende completamente o compromisso quando faz o pedido. Eles apenas têm uma sensação de momento, como obter um hobby ou um interesse momentâneo, mas na maioria das vezes eles não sabem o que estão solicitando ou o por quê. O momento adequado é essencial.

FB_IMG_1569283210494

Ao decidir iniciar o relacionamento, o aluno bateu na porta muitas vezes (sendo recusado). Ele o aceita, ao reconhecer que sua intenção é pura.

O professor então coloca uma faixa de hachimaki com o brasão da família na cabeça e declara: “Prometo ensinar-lhe karatê, você promete aprender”. O aluno confirma que entende e o professor diz: “vamos começar”. O professor primeiro o solicita: “Por favor, lave todos os carros”. O aluno imediatamente reage, dizendo: “O que!?” Pensando no que isso tem a ver com o treinamento de Karatê.

Da maneira muito tradicional, o professor muda da posição de pé para agachado para pausar o momento e oferecer a ele algumas dicas, antes de continuar com o acordo. Ele faz uma analogia de caminhar com segurança nos dois lados da rua como exemplos das respostas sim e não. Talvez seja o centro da rua onde, eventualmente, você poderá ser atingido pelo tráfego. “Você pratica karatê sim, seguro! Você pratica Karatê não seguro! “Você pratica karatê, talvez, mais cedo ou mais tarde, esmague, seja atropelado por um carro.”

Essa situação pode ser aplicada a qualquer aspecto de nossa vida, não apenas ao budismo. Se você não confia no seu professor, não deve se tornar aluno dele. Porque em todas as situações, eles consideram o que devem ensinar a você, quer você goste ou não. Eu cuidarei de você como meu próprio corpo.

O outro ponto é que são regras básicas; você não deve abusar do professor e ouvirá suas instruções. Se você simplesmente deseja sempre ter um relacionamento constante, com compromissos só da sua parte, isso é abuso do seu professor. É um relacionamento que deve ser baseado no respeito mútuo e requer tempo e consideração. No entanto, o professor decide quando e onde prover os ensinamentos, não simplesmente com base em seus desejos. Além disso, o professor tem o direito de anular o contato a qualquer momento que for necessário. É por isso que você deve ser totalmente responsável pelo que diz e por seu comportamento. A paciência é concedida àqueles que realmente aspiram.

Se você não estiver lá para aprender, eu o dispensarei. Esforço é esperado da parte do aluno. Se você não quiser mudar, eu não posso ajudá-lo, eu o dispensarei.

Mais uma vez, a responsabilidade do esforço é de sua parte. Não vou forçá-lo ou exigir em demasiado de você. Se você disser sim, vamos continuar ou caso você recuse, ou não demonstrar esforço, o momento pode não ser apropriado. Então vou esperar ou reconsiderar o relacionamento.

O relacionamento não está manipulando você para mudar e crescer sua vida. Você deve querer praticar e aprender mais do que qualquer coisa neste mundo. É isso que é necessário da sua parte. Se você não isso, eu não posso lhe dar isso.

Isso se tornou um problema com a tecnologia e os métodos de ensinamento modernos. Você deve estar diante dos meus olhos para aprender. Se você não vier, com a devida motivação, não poderei instruí-lo. Isso é culpa sua e carma pessoal. Assim como no seu comportamento, seu karma é seu e você deve trabalhar com ele.

received_374537120146189

Além disso, às vezes o professor deve dispensar o aluno para testar sua motivação mais uma vez, e se talvez é o professor certo para ele. Isto não é um atitude de raiva, mas de compaixão. Eu realmente desejo que todos os seres encontrem liberdade. O aluno não é meu, mas do Buda e Nichiren Shonin. Me pediram para ajudar a compartilha com os demais os poucos de ensinamentos que aprendi.

Espero que isso dê uma idéia desse importante e necessário relacionamento como praticante budista. Meu portão está sempre aberto para os sinceros, mas não é um caminho fácil. No entanto, se você for corajoso, certamente se beneficiará.

Com Gassho,

Rev. Kanjin Cederman

More to explorer

Getting Ready to Celebrate Obon

URABON-E (Obon) Hello everyone, we are just preparing our home and the temple for our annual Obon event.  Unfortunately, this year we

Rowdy Buddhist Blog

What is Nichiren Shu? This is a video interview that I did with the producer of Carving the Divine, explaining Nichiren Shu Buddhism. 

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comments
Inline Feedbacks
View all comments

Enkyoji on your Phone?

Install
×
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
Enable Notifications    Ok No thanks